Esportes em Morro
home

 


TURISMO
guia rápido
planeje sua viagem
  - como chegar...
  - onde hospedar-se...
  - o que fazer...
dicas de viagem
travel FAQs
mapas

 


APRENDA SOBRE O MORRO
praias de morro de são paulo
povoado
história

esportes
vida noturna
atividades diurnas

 
Links mais visitados
de morro.travel
linha vertical

linha htal
 Morro.Travel > Aprenda sobre Morro >
Esportes em Morro de São Paulo > Introdução a Capoeira
linha htal

linha vertical

Algumas opções de Pousadas em Morro de São Paulo
:: Pousada Aquarela ::

Algumas opções de Pousadas em Morro de São Paulo
:: Pousada Caravelas ::

:: Introdução a Capoeira ::

Capoeira

A capoeira, a mais popular manifestação folclórica da Bahia, encanta e contagia quem assiste as apresentações. A arte da capoeira reúne música, dança, luta e cultura. Nasceu como forma de resistência dos escravos negros e para estes representava um instrumento de libertação e defesa contra a opressão dos senhores. Retratou a resistência cultural e física dos escravos brasileiros. O berimbau é o principal instrumento utilizado na capoeira e marca a batucada, dando o ritmo das coreografias. Além do berimbau, as músicas com letras que retratam o sofrimento e a luta dos escravos, contam com os sons do caxixi, atabaque, pandeiro e reco-reco. Antigamente a prática da capoeira era proíbida e a partir de sua liberação, conquistou adeptos de todas as raças e camadas sociais do país e nos quatro cantos do mundo. A Bahia tem forte presença da capoeira e em Salvador, além dos diversos grupos existentes, o esporte é visto frequentemente em rodas formadas pela cidade.

Em Morro de São Paulo não é diferente. Pode-se ver capoeiristas praticando o esporte nas praias e ruas do povoado. Se você tiver interesse em conhecer a milenar cultura deste esporte e ainda praticar capoeira durante sua viagem, poderá ter esta oportunidade conhecendo o Grupo Kilombolas, que fica em Morro de São Paulo. Além de promover o esporte, o grupo realiza eventos e projetos sociais. Além dos benefícios físicos, pois a capoeira exige destreza e movimentos rápidos, o esporte contribui para o alívio do estresse e é uma terapia. Os benefícios são amplos e o esporte promove a socialização das pessoas, recupera a auto estima e pode até ser considerada como agente transformador da sociedade. Veja a seguir a história da capoeira e entenda os passos da luta.

História da
Capoeira

A trajetória da capoeira começa a partir do século 16, período do Brasil Colônia com os escravos negros vindo da África, oriundos principalmente da região da Angola. Os angolanos tinham o custume de dançar e cantar e ao virem para o  Brasil trouxeram estes hábitos culturais. A necessidade em se defender contra a violência e repressão dos colonizadores brasileiros, obrigou os escravos a criarem formas de defesa que uniam luta e dança. Com o ritmo e os movimentos de suas danças africanas surgiu a capoeira, considerada uma arte marcial disfarçada de dança.

No início, os escravos praticavam a capoeira próximos às senzalas e tinham como principal objetivo, além da defesa pessoal, manterem a cultura deste sofrido povo. As danças e músicas eram proibidas pelos senhores dos engenhos e até o ano de 1930, a prática da capoeira não era bem vista no Brasil. O esporte era considerado violento e subversivo. A polícia tinha ordens de prender os capoeiristas. Até que um capoeirista brasileiro chamado mestre Bimba, apresentou a luta ao presidente do Brasil na época, Getúlio Vargas. O presidente gostou do que viu e transformou a capoeira em esporte nacional. No dia 09 de julho de 1937 o governo brasileiro oficializou a capoeira. A partir desta data a popularidade da capoeira não parou de crescer e adquirir adeptos pelo país  e mundo.

Capoeira

Estilos da Capoeira

Existem três estilos diferentes que ditam os movimentos e o ritmo musical da capoeira.

O mais antigo, foi criado na época da escravidão e chama-se capoeira da angola. Entre as suas características estão o ritmo musical lento, a malícia e os golpes mais baixos (próximos ao solo).

O segundo estilo é o regional, que possui uma mistura da malícia da capoeira angolana com rápidos movimentos ritmados ao som do berimbau. Os golpes são mais rápidos e as acrobacias não são usadas.

O terceiro e último estilo da capoeira é o contemporâneo. Este reúne um pouco de cada um dos estilos e é o mais visto e praticado na atualidade.

Grupo Kilombolas - A Capoeira como agente da educação

Utilizando a capoeira como instrumento de educação, o Grupo Kilombolas tem como marca o trabalho com crianças e jovens que vai desde a iniciação ao esporte até a formação como professores.

O grupo é um dos mais tradicionais da Bahia e surgiu no início dos anos 70 e tem até hoje no comando o Mestre Dedé. Em Morro de São Paulo o Contra-Mestre Carlito é quem dirige o grupo desde 1992, época em que veio viver na ilha.

O grupo é mantido através das mensalidades das apresentações e confecções de roupas e instrumentos da capoeira.

Atualmente, com a orientação do professor Carlito, o Grupo kilombolas de Morro de São Paulo vem desenvolvendo um trabalho que resgata as tradições das danças folcloricas da Bahia.

O show folclórico  apresenta coreografias como maculelê, puxada de rede e samba de roda, divulgando aos visitantes brasileiros e estrangeiros um pouco da nossa história.

Além das apresentações e aulas, o Kilombolas desenvolve outras ações como a fabricação de instrumentos como berimbau, caxixi e colocação de couro em atabaques. Para o futuro, Carlito deseja abrir espaço para projetos como oficina de cortes e custuras e curso de computação.

Fonte: www.suapesquisa.com/educacaoesportes/historia_da_capoeira

Capoeira Kilombolas

Galeria de Fotos: Kilombolas

© 2008 Morro.travel | All Rights Reserved
Morro de São Paulo Turismo Ltda
.

Última atualização: 03 | 04 | 2009
morro.travel 2008